quinta-feira, 2 de junho de 2011

Formação dos Ecossistemas, Características do solo, Água e Ciclagem de nutrientes na Amazônia

            Baseado nas informações de estudos e pesquisas sobre Ecossistemas Amazônicos, percebe-se que há uma grande reflexão sobre o tema.
           Na Amazônia brasileira é possível identificar uma diversidade enorme de fauna, flora, recursos hídricos e minerais. A variedade climática e topográfica são também fatores que influencia bastante na formação dos ecossistemas. Cada região apresenta suas características e potencialidades; algumas se destacam em maiores quantidades de água, outras na fauna, nos minérios, em fim tudo que está disponível na natureza contribui para essas riquezas dos ecossistemas.
           A Floresta Amazônica é considerada um ecossistema auto-sustentável, porque se mantém com seus próprios nutrientes num ciclo permanente. Os ecossistemas Amazônicos são sorvedouros de carbono, contribuindo para o equilíbrio climático global. Segundo o texto, a Floresta apesar de ser característica mais marcante da Amazônia, não esconde a grande variedade de ecossistemas, dentre os quais se destacam; matas de terra firme, florestas inundadas, várzeas, igapós, campos abertos e cerrados. A Amazônia abriga uma infinidade de espécies vegetais e animais; 1,5 milhões de espécies vegetais catalogadas; três mil espécies de peixes; 950 tipos de pássaros; e ainda insetos, répteis, anfíbios e mamíferos.
           O fator ciclagem de nutrientes na Amazônia exerce em função da biodiversidade de plantas e animais. Devido à grande diversidade de plantas e pequenos animais, a ciclagem de nutrientes acontece conseqüentemente num processo contínuo de estabilidade de nutrientes suprindo então as necessidades das plantas. É interessante ressaltar que os recursos hídricos são fundamentais em todo processo de ciclagem de nutrientes.
           As águas Amazônicas possuem aspectos e características diferentes, resultantes da geologia das suas bacias fluviais. Os rios chamados de rios de água branca ou turva, como o Solimões ou o Madeira, percorrem terras ricas em minerais e suspensões orgânicas. As águas das florestas alagadas são ricas em répteis aquáticos; as tartarugas são importantes herbívoros da vegetação aquáticas e são muito caçadas. Nos ecossistemas Amazônicos referente a fontes de água, percebe-se com informações do texto que, existe um grande potencial de seres vivos que, no entanto contribui para a formação de todo ecossistema.
           Os solos da região Amazônica apresentam variações morfológicas e também em nutrientes. Não havendo nutrientes em concentração suficiente no solo, diminui a quantidade de microorganismo responsável pela decomposição da mataria orgânica. A maioria dos solos banhado pelos rios são latossolos amarelos, pouco permeáveis e que, portanto não exerce uma ação filtrante sobre a água carregada de matéria orgânica. As regiões de solos arenosos quartzosas muito permeáveis não têm a capacidade de fixar a matéria orgânica. Más o que justifica toda essa diversidade no ecossistema Amazônico é exatamente as diferenças entre regiões, entre solos, rios e várzeas, fauna e flora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário